quinta-feira, 19 de janeiro de 2012



Eu quero um pouco do seu beijinho para
Embrulhar, vou levá-lo para embalar as minhas
Noites insones. Em quantos nomes procurei o seu.

Em quantos sonhos eu te amei com raiva e fome.
Não some da minha vida assim, tenha dó, um homem
Só, é sinal de solidão.

Ilusão não é não ter vivido um grande amor é não ter
Tido ilusões de amor, o coração carece de engano, eu
Padeço dos seus planos mesmo aqueles que um dia
Você não sonhou para mim.

Paulo Valadares

Nenhum comentário:

Postar um comentário