quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Sei lá....

A semana passada ela me disse que estava
Triste e chorou a noite inteira, queria colo, queria
Inventar o amor em palavras de um poema em que
Ela roubou de um livro.

Têm noites que ela escuta love in ther afternoon,

 Em outras noites ela disputa seu frisson entre
Olhar a lua ao vivo ou um canal qualquer de tv no qual
Ela só quer a sua solidão entreter.

Os sonhos são o trampolim, mas sem entusiasmo
Você não tem impulso, sem pulso você não tem
Controle de seus atos e o fato é que sem saber aonde
Você quer chegar, ficará perdido no mesmo lugar,
Não adianta bússola, gps, se você não amadurece
Aquilo que deseja.

Paulo Valadares


segunda-feira, 12 de novembro de 2012


Não Disfarce

Não disfarce seu sorriso, não
Dispare suas feridas em mim. Não sou
Culpado se o mundo cai sobre sua cabeça.

Não tenho medo do que tem enfrente, o
Passado você já venceu, se esqueça, siga
Enfrente, enfrente, só ganha quem vai lutar.

Se você perder a batalha, não caia, não caia,
Ainda tem uma guerra para lutar, vencer, amar.
A vida é trilho, você o trem, tudo segue, nada,
Espera ninguém, vá e não olhe para trás deseje
Futuro e seu brilho e seus riscos.

Conhecemos uma pessoa pelo seu sorriso, o seu
É cínico, é irônico ver o mundo daqui desabando
E não temos para onde ir, somos partes, fizemos
Partes dessa ilusão, agora não disfarce seu sorriso
Assim, pois no final não restará em nada algo que
Tenha valido a pena termos sidos sinceros.

Paulo Valadares

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012


Sou Tão Estúpido

Sou tão estúpido/ quanto sincero/ me degenero
Pensando em você/Madrugada adentro/ dentro da
Calma/ Você está do outro lado do mar/ Meu
Coração sente sua falta.

Numa vez te vi por Lisboa/E pensei que aquilo era
Um romance escrito para mim, por você / Eu te
Esperei e pensei em te amar com calma/Mas
você queria tudo com fúria/Quando o que senti
E sinto apenas era doce/
Ainda acredito que terei nos braços.

Dizem poetas céticos que o amor não regredi/
Concordo, mas nosso amor não aconteceu, além
Das palavras/Eu espero que os fantasmas mesmo
Vivos/Sejam exorcizados/ E eu cometa meu maior
Pecado nos seus braços.

Sou tão estúpido/ quanto sincero/ e te espero/ me
Regenero/me entrego com angústia de cada noite/ ser
a última/ espero que canse desse lado do oceano/
Volte para ser feliz.

Paulo Valadares


sábado, 21 de janeiro de 2012


Moreninha


É numa decoração de sonhos, me vi tão pequeno,
Tão estranho, tão tacanho, eu rolava pra lá e pra cá tentando me
Embalar e se afastar dos seus dedos que mais pareciam
garras.

É nas profundezas que vivem e morrem os poetas
Na obscuridão, decifrando outros corações, e saiba que um
Dia, uma noite hei de escrever nessa pele morena, um poema,
Meus sonhos.

Numa cor escarlate vamos nos pintar nos lençóis e meu lábio grudado no
Seu corpo, eu me movo aos poucos procurando me encaixar nos seus
Planos procurando lhe arrancar sussurros.

Dizem que um homem leva vantagem quando uma mulher sorri, eu não,
Menti quando sorriu para mim, o meu desejo foi te amar, foi decorar seu
Corpo no meu.

Paulo Valadares


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012



Eu quero um pouco do seu beijinho para
Embrulhar, vou levá-lo para embalar as minhas
Noites insones. Em quantos nomes procurei o seu.

Em quantos sonhos eu te amei com raiva e fome.
Não some da minha vida assim, tenha dó, um homem
Só, é sinal de solidão.

Ilusão não é não ter vivido um grande amor é não ter
Tido ilusões de amor, o coração carece de engano, eu
Padeço dos seus planos mesmo aqueles que um dia
Você não sonhou para mim.

Paulo Valadares

terça-feira, 17 de janeiro de 2012




LAGOA

Se o rio é de janeiro, me conta, o mar é de quem?
Eu só sei de uma coisa a lagoa é do meu bem
Lá dentro ela esconde suas lágrimas, a lua
 as estrelas, lá dentro ela se entrega nua.

Da lagoa do meu bem a gente vê o céu dançando,
Barquinho navegando e um casal de patos se
Amando também.

Mas se o rio é de janeiro, talvez o mar seja de
Fevereiro, das festas dos terreiros, dos embalos
Da mulata rodopiando bandeira, ô mestre sala.

Vou afogar minhas mágoas de quarta-feira de
Cinzas pela a madrugada e a se a dor que sinto
Não se lavar nesse meu pranto como por encanto
Vou mergulhar na água da lagoa no quebrantar do
Mar. Como por encanto vou me te transformar em
Estrela que antes rola dos seus olhos e no céu da lagoa
vai brilhar.

Paulo Valadares

quinta-feira, 10 de novembro de 2011



NOTÍCIAS CURTAS:

ESTUDANTES DA USP ESTAVAM DANDO UM TAPNHA NA ERVA E TOMARAM UM TAPÃO DA POLÍCIA, EM PROTESTO ESTÃO FAZENDO GREVE. JUSTIÇA DEVERIA JULGAR A GREVE ABUSIVA EXPULSA TODO MUNDO E DAR A VAGA PARA AQUELE QUE NECESSITA SIM DE ESTUDAR E NÃO BADERNAR E DEPREDAR O QUE NÓS PAGAMOS ATRAVÉS DE IMPOSTOS. TANTA COISA MAIS IMPORTANTE PARA SE FAZER PROTESTO.

DILMA DIZ QUE DENÚNCIAS CONTRA MINISTROS SÃO COISAS DO PASSADO. SÓ SE FOR DO PRETÉRITO FUTURO. MINISTRO LUPI QUE JÁ FOI NO PASSADO DESAFETO DO LULINHA PAZ E AMOR, DIZ QUE SÓ SAI DO MINISTÉRIO A BALA. AÍ ESTUDANTES DA USP, BOM MOTIVO PARA PROTESTO, NÃO É NÃO?



GOVERNO DO RIO PREOCUPADO COM A APARENCIA DA CIDADE PARA A COPA DO MUNDO OCUPA AS FAVELAS PRÓXIMAS AO MARACANÁ E LIMPA OS MORROS DOS TRAFICANTES, O ÚNICO PROBLEMA É QUE ESTÃO VARRENDO A SUJEIRA PARA DEBAIXO DO TAPETE, OU SEJA, PARA OUTROS MORROS.



 CHEGA DE FALAR EM NEYMAR E ZEZE DI CAMARGO E LUCIANO JÁ ENCHEU O SACO.