quarta-feira, 25 de maio de 2011

Kit gay!

Possível CPI (Comissão Parlamentar de inquérito), contra o Ministro Antonio Palocci perde força hoje, já que a bancada cristã no congresso prometeu não insistir no assunto, caso o MEC não envie para as escolas o kit anti-homofobia.
Eu sou a favor da criminalização da homofobia, sou a favor da união estável entre pessoas do mesmo sexo, mas tenho algumas restrições quanto ao fato de termos nas escolas esse kit da maneira que é apresentado, temo pela banalização da homossexualidade e que o kit consiga justamente o contrário, fazer com que aumente mais o preconceito contra os homossexuais.
Agora o que me deixou perplexo foi à notícia que li no site do UOL, que mostra a bancada cristã mostrando interesse em não apoiar a CPI contra Palocci em virtude do MEC não enviar o kit para as escolas. Como pode ocorrer um fato assim, como barganhar uma coisa dessas, deixar de investigar supostas irregularidades em troca do envio de um kit, tudo bem, se não concordam com a homossexualidade, ótimo, está na doutrina das igrejas, mas deixar de investigar a conduta de um ministro que pode supostamente ter enriquecido ilicitamente seria comum? Na suposta lei de deus pode um conduta irregular, mas outra não? Quem tem a procuração para afirmar tal afirmação, cristãos?
É mais danoso para o país um casal de pessoas do mesmo sexo demonstrando amor, do que outro qualquer possivelmente cometendo um crime?
Será que a palavra justiça será banalizada e passará a não valer, ou valer conforme queiram as instituições religiosas?
Nesse caso aplica-se então: Daí a César o que é de Cezar e daí a deus o que é de deus?
Vamos refletir, não deixemos que essas barganhas aconteçam no congresso, o país precisa de mais educação para que não seja tão habilmente manipulado do jeito que está sendo.
Resumindo, foi mais ou menos assim, se vocês insistirem em colocar o kit gay nas escolas nós cristãos faremos a CPI contra Palocci, se vocês não colocarem nós não iremos propor CPI.

Paulo Valadares

Nenhum comentário:

Postar um comentário