sexta-feira, 22 de abril de 2011



Meu grande amor

Nunca pensei que fosse pensar em nós dois
Sem ter existido nós dois. Sem termos vividos
Os meus, os seus planos, os meus instintos os
Nossos desejos de amor.

Quando me lembro de você me vem várias cenas
Na cabeça, mas a que mais que gosto é a última em
Que vi você sentada na escada cortejada por mim
E por um beija-flor.

Não há um instante que não me lembre do seu sorriso,
Um instante que não me de vontade de voltar para casa
De indagar das pessoas como você está, saber seus projetos,
Saber se ainda me encaixo neles. Descobri se foi realmente
Em São Paulo que deixei meu grande amor.

Paulo Valadares









Nenhum comentário:

Postar um comentário