domingo, 27 de fevereiro de 2011

Posso pensar em você?

Eu não sairia de perto de você, preciso de sua
Companhia, preciso lhe ver. O seu sorriso tem o poder
de abastecer de alguma forma meu coração, e um dia sem
te ver é inverno em pleno verão.

Aquela nossa canção já está registrada na minha lembrança,
É a nossa dádiva, e no dia que lhe escrever aquela poesia, sua
Pele morena vai se arrepiar. Você reverte minha solidão, você
Brinca de deusa e me tem nas mãos.

E os sonhos que me contou, provocou o instinto extinto que
Havia em mim, ai se soubesse como penso em você, ai se sentisse
Como sinto o vento do amor, é vento de liberdade, você me libertou.

Paulo Valadares

Nenhum comentário:

Postar um comentário