quinta-feira, 27 de janeiro de 2011



CAMINHANDO PELA A VIDA


Hoje caminhando pela a vida, decidi que
Ia fazer amor, amor sem briga, amor de beija-flor
Com a flor, amor que não invada o espaço além do que precisa.

Enquanto as flores me sorriem, eu dava bom dia às elas
Do jardim, e batia asas procurando ser feliz. Eu hoje vou
Fazer amor na praia tipo tupiniquim, vou me deitar na enseada,
Gozando o que for pra mim.

Hoje caminhando pela a vida eu a vi decidida a se entregar,
Os pontos a partida, como um dia eu quis, mas há sempre
Um dia para aquele que desisti de desistir, pois o sol brilha
Ilumina tanto, que o amor brota, que as ilusões vão embora, dão lugar ao
Amadurecimento, as decepções Ficam como guias, para você
 não se distrair.

Hoje caminhando pela a vida descobri uma paz que não tinha
Sentido antes. Descobri segredos nos seus olhos, descobri no seu olhar
O que queria de mim e não fiquei com medo.
 Hoje caminhando pela a vida me senti beija-flor
A lhe invadir, mas era uma invasão consentida e dentro de ti me perdi,
Mas é o preço que se paga caminhando pela a vida e é uma dívida da qual
Quero pagar até o fim sem me importar que seja cumulativa.

Paulo Valadares

Nenhum comentário:

Postar um comentário