segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


UM PLANO COMPLICADO!
Agora eu quero me atrever a falar de cinema, mas esperem cinéfilos de plantão, guardem suas pedras, pois sou um amador no cinema, não sou um grande conhecedor, então, por favor, me poupem de ser atacado caso o que vou dizer possa parecer tão imbecil.
Um dia desses estava passeando pela as ruas desertas da internet até que paro numa certa esquina de certa locadora de filmes virtuais, uma capa em questão chamou minha atenção, nela tinha um sujeito estranho com orelhas de abano, e o título do filme, Um plano complicado. É um filme de comédia, em geral detesto filme de comédia, pois geralmente são feitos para tirarem o sarro das nossas caras ou apelam para o palavrão, cenas eróticas, como se precisassem disso para ser engraçados. Seguindo só enxerguei esse filme, Um plano complicado que me chamou a atenção, pensei, quer saber vou assistir, o que tem, se for ruim perco meu tempo. Eu tenho uma máxima na vida, à surpresa é sempre benvida, pois toda vez que planejo algo, algo dá errado e no caso deste filme assisti sem plano, sem expectativas, que foram logo superadas, pois logo quando você avista o ator principal, Dany Boon, você percebe que ao menos de alguma coisa você vai rir, rir da cara dele, o sujeito já tem uma cara engraçada e quando aparece no filme a primeira vez, está dublando vozes de um filme que é alugado na locadora em que ele trabalha. Mas seguindo o roteiro do filme, o nosso herói Bazil (Dany Bonn), nunca teve sorte com armas, seu pai foi morto por uma mina terrestre e numa dada noite em seu trabalho na locadora, Basil tem sua atenção atraída por uma perseguição no lado de fora, no qual é atingido pela a arma de um dos bandidos que a deixa cair e ela dispara mandado à bala direto para a cabeça do nosso herói.
Por sorte e esforço médico Basil se recupera, mas se torna uma bomba relógio podendo morrer a qualquer instante, e o pior ainda estava por vir, ao retornar ao emprego descobre que uma linda jovem foi contratada em seu lugar, o seu apartamento foi pilhado, não tinha dinheiro, não tinha mais nada, e enquanto alguns nessa situação já procuraria um jeito de morrer, Basil foi a luta, começou a garimpar em seu talento artístico um jeito de viver. Com sorte ele se junta a um grupo de moradores de ruas igualmente talentosos e é aí quando perambulado e juntando tatarecos para o inventor criativo do grupo, que Basil fica frente a frente com as duas empresas fabricantes de armas, a que fabricou a mina que vitimou seu pai e frente a ela a que fabricou a bala que o acertou na cabeça. Então ele dá início a uma vingança surpreendente e cheia de humor...Queria registrar que a cena mais marcante desse filme na minha opinião, é uma em que Basil não tendo teto para dormir, sentindo frio, tenta se cobrir com um pedaço de papelão o qual não lhe cobre o corpo por inteiro, nesse momento ele é despertado por uma musica provinda de uma embarcação lotada de pessoas da alta sociedade, nosso herói olha para a embarcação e com um sorriso nos lábios vira para o lado e dorme, como que nos dizendo, ainda existe esperança.
Amanhã falarei de outra comédia Feita por Dany Boon:
 Riveira não é aqui!
Confira trailer de um Plano Complicado:

Um comentário:

  1. Meu Bróder...

    Eu ia assistir ao filme...rsrsrsr. Depois que você me falou do ator fiquei curioso, mas não é uma sinopse que temos qui... você contou o filme todoooooo!!!!!!!!....rsrsrsrr E o pior é que não dá para parar de ler o negócio...fui fundo e já sei o filme todo.....só você Bróder...rindo muito aqui da situação.

    Abraços* e esteja com Deus...Tô gostando de ver sua atuação no blog. Tá demais... Vá em frente e não pare mais, hein?

    Renato Baptista

    ResponderExcluir