segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

PARABÉNS SÃO PAULO  457 ANOS


Sinto-me envergonhado, envergonhado de ter sido covarde, pois vários e vários Bandeirantes saíram de suas terras São Paulo, para ir desbravar outros lugares, eu fugi, corri para outras terras como um toureiro covarde quando vê o touro vindo a sua procura.
 Hoje a solidão que me acompanha é determinada pela a falta dos lugares tão belos, tristes, singelos e conselheiros, sim conselheiros, pois estão carregados de história, São Paulo palco de grandes fatos históricos, como a semana da Arte Moderna. Alcovitou veja bem, amores do Imperador Dom Pedro I. Num pátio de colégio nasceu sua história Sampa desvairada.
E essa história ganhou força com Tanta gente, italianos, japoneses que recriaram suas culturas sobre seu solo, também recebeu irmãos aqui de perto de outros estados irmãos, que maquiaram você lindamente, lhe deram graça, lhe deram vida. Baianos, maranhenses, mineiros, enfim, tantos que foram chegando e passando a ser chamados, paulistanos.
Descobri morando em outro lugar que você não é a cidade de pedra que dizem, ao contrário, é a cidade da vida, a cidade menina, bandida, a cidade que vive uma enxurrada de sentimentos, turbilhões de tormentos e por isso é uma cidade inesquecível.
Percorrendo essa cidade de um oposto a outro você tem a sensação de está fora do país conhecendo outros lugares do mundo, se dá uma chegada no bairro da Liberdade sentirá que está no Japão, passando pela Avenida Paulista sentirá uma semelhança com Nova York aumentada pelo nosso Central Park brasileiro, o Parque do Ibirapuera. Dando uma chegadinha no Bixiga e pronto, parlare italiano, e no Bom Retiro, deve ser por isso que tem esse nome, lá se mistura muitos sotaques, coreanos, bolivianos, judeus. Em Santo Amaro você tem um pouco do nordeste, mas em cada rosto você vê que mesmo sofrendo com enchentes, violência, um trânsito terrível, correria, cada brasileiro-paulistano que te habita, leva no rosto a garra, no coração a coragem e na alma a perseverança de sempre seguir em frente de sempre está a frente dos sonhos, realizando novas conquistas, mas sempre recebe mais gente que traz o sonho da riqueza, que traz no corpo a força do trabalho, que traz no dia de hoje o elixir para que você São Paulo, amanhã continue envelhecendo com graça de menina, esperteza de mulher e acolhimento de mãe.

Paulo Valadares


Nenhum comentário:

Postar um comentário